Fique Conectado!

Uncategorized

5 livros que todo empreendedor deve ler

Hoje vou listar 5 livros que todo empreendedor deve ler e que não podem faltar em sua biblioteca. Estes livros farão você crescer na vida pessoal e profissional e levarão você para outra fase no jogo da vida.

O monge e o executivo

Leonard Hoffman, um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, é o personagem central desta envolvente história criada por James C. Hunter para ensinar de forma clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes.
Se você tem dificuldade em fazer com que sua equipe dê o melhor de si no trabalho e gostaria de se relacionar melhor com sua família e seus amigos, vai encontrar neste livro personagens, ideias e discussões que vão abrir um novo horizonte em sua forma de lidar com os outros. É impossível ler este livro sem sair transformado.
O Monge e o Executivo: Uma História Sobre a Essência da Liderança é, sobretudo, uma lição de como se tornar uma pessoa melhor.

Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes

Um dos maiores fenômenos editoriais no mundo dos negócios e considerado nessa área o livro mais influente do século XX pela revista Forbes. Falei sobre ele aqui no blog. Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes, de Stephen Covey, está completando quinze anos de sucesso ininterrupto. Traduzido em 38 idiomas, vendeu mais de 15 milhões de exemplares em todo o mundo e ocupou as listas de mais vendidos durante oito anos consecutivos. Para comemorar, a Editora Best Seller lança uma edição especial de aniversário com prefácio e posfácio inéditos do autor.

O mundo mudou radicalmente nesses quinze anos, desde a primeira edição de Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes. A cada ano as pessoas sentem mais dificuldades para administrar seus problemas. Com um ritmo de vida frenético e exaustivo, ninguém consegue encontrar o equilíbrio necessário para solucionar as questões mais corriqueiras, seja no campo afetivo, familiar ou profissional. O autor acredita que para vencer todos esses desafios é necessário assimilar sete hábitos. São eles os responsáveis pela eficácia pessoal e permitem distinguir as pessoas felizes, saudáveis e bem-sucedidas das fracassadas ou daquelas que sacrificam o equilíbrio interior e a felicidade para alcançar o êxito.

Nos trechos inéditos do livro, Stephen R. Covey mostra por que os sete hábitos ainda são essenciais para as pessoas alcançarem o que desejam na vida pessoal e profissional. Seu objetivo é oferecer ferramentas para a mudança e o desenvolvimento de pessoas e organizações no mundo inteiro. Além disso, aborda questões atuais e responde às dúvidas mais freqüentes dos seus leitores ao longo desses quinze anos. Os sete hábitos do título constituem os princípios fundamentais da eficiência humana. São hábitos primordiais que representam a interiorização dos princípios corretos, nos quais estão baseados o sucesso e a felicidade duradoura.

Mas será que esses sete hábitos ainda são relevantes hoje? Segundo Covey, quanto maiores as mudanças e mais difíceis os desafios, mais importantes eles se tornam. “Neste livro coloquei o que acredito serem os princípios da vida efetiva. Baseei-me, então, em qualidades imutáveis como responsabilidade, integridade, respeito e compreensão mútua. Esses princípios são tão válidos hoje quanto na época em que o livro foi publicado pela primeira vez”.

As Armas da Persuasão

Já falei aqui no blog sobre As Armas da Persuasão de forma mas detalhada. Mas quero indicar novamente este ótimo livro.
Depois de passar anos caindo na lábia de vendedores, arrecadadores de doações e operadores de telemarketing, o psicólogo Robert B. Cialdini resolveu se dedicar ao estudo da persuasão. Ele queria entender quais são os fatores que levam uma pessoa a dizer “sim” a um pedido e que técnicas exploram melhor esses fatores.
As armas da persuasão reúne dados de pesquisas científicas sobre o assunto, histórias de gente considerada comum e a experiência adquirida ao se infiltrar em organizações que treinam os chamados “profissionais da persuasão”, Cialdini criou esta obra a todos aqueles que querem saber como influenciar pessoas e, ao mesmo tempo, se defender dos manipuladores.

Os Segredos da Mente Milionária

Se as suas finanças andam na corda bamba, talvez esteja na hora de você refletir sobre o que T. Harv Eker chama de “o seu modelo de dinheiro” – um conjunto de crenças que cada um de nós alimenta desde a infância e que molda o nosso destino financeiro, quase sempre nos levando para uma situação difícil.
Em Os segredos da mente milionária, Eker mostra como substituir uma mentalidade destrutiva – que você talvez nem perceba que tem – pelos “arquivos de riqueza”, 17 modos de pensar e agir que distinguem os ricos das demais pessoas. Alguns desses princípios fundamentais são:

  • Ou você controla o seu dinheiro ou ele controlará você.
  • O hábito de administrar as finanças é mais importante do que a quantidade de dinheiro que você tem.
  • A sua motivação para enriquecer é crucial: se ela possui uma raiz negativa, como o medo, a raiva ou a necessidade de provar algo a si mesmo, o dinheiro nunca lhe trará felicidade.
  • O segredo do sucesso não é tentar evitar os problemas nem se livrar deles, mas crescer pessoalmente para se tornar maior do que qualquer adversidade.
  • Os gastos excessivos têm pouco a ver com o que você está comprando e tudo a ver com a falta de satisfação na sua vida.
    O autor também ensina um método eficiente de administrar o dinheiro. Você aprenderá a estabelecer sua remuneração pelos resultados que apresenta e não pelas horas que trabalha. Além disso, saberá como aumentar o seu patrimônio líquido – a verdadeira medida da riqueza.
    A ideia é fazer o seu dinheiro trabalhar para você tanto quanto você trabalha para ele. Para isso, é necessário poupar e investir em vez de gastar. “Enriquecer não diz respeito somente a ficar rico em termos financeiros”, diz Eker. “É mais do que isso: trata-se da pessoa que você se torna para alcançar esse objetivo.”

O Poder do Hábito

Há mais de 20 semanas entre os mais vendidos do New York Times!
Durante os últimos dois anos, uma jovem transformou quase todos os aspectos de sua vida. Parou de fumar, correu uma maratona e foi promovida. Em um laboratório, neurologistas descobriram que os padrões dentro do cérebro dela ou seja, seus hábitos foram modificados de maneira fundamental para que todas essas mudanças ocorressem. Há duas décadas pesquisando ao lado de psicólogos, sociólogos e publicitários, cientistas do cérebro começaram finalmente a entender como os hábitos funcionam e, mais importante, como podem ser transformados. Embora isoladamente pareçam ter pouca importância, com o tempo, têm um enorme impacto na saúde, na produtividade, na estabilidade financeira e na felicidade.


Com base na leitura de centenas de artigos acadêmicos, entrevistas com mais de trezentos cientistas e executivos, além de pesquisas realizadas em dezenas de empresas, o repórter investigativo do New York Times Charles Duhigg elabora, em O poder do hábito, um argumento animador: a chave para se exercitar regularmente, perder peso, educar bem os filhos, se tornar uma pessoa mais produtiva, criar empresas revolucionárias e ter sucesso é entender como os hábitos funcionam. Transformá-los pode gerar bilhões e significar a diferença entre fracasso e sucesso, vida e morte.


Duhigg conclui por que algumas pessoas e empresas têm tanta dificuldade em mudar, enquanto outras o fazem da noite para o dia. Descobre, por exemplo, como hábitos corretos foram cruciais para o sucesso do nadador Michael Phelps, do diretor executivo da Starbucks, Howard Schultz, e do herói dos direitos civis, Martin Luther King, Jr.: “Eles tiveram êxito transformando hábitos. Todos começam com um padrão psicológico.

Primeiro, há uma sugestão, ou gatilho, que diz ao seu cérebro para entrar em modo automático e desdobrar um comportamento. Depois, há a rotina, que é o comportamento em si. Para alterar um hábito, é preciso modificar os padrões que moldam cada aspecto de nossas vidas. Entendendo isso, você ganha a liberdade e a responsabilidade para começar a trabalhar e refazê-los”, diz o autor.


Um dos exemplos citados pelo autor diz respeito a ele próprio. Duhigg explica como conseguiu parar de consumir cookies no meio do dia de trabalho ao compreender o hábito que o levava diariamente a uma cafeteria para comê-los, mesmo sem fome as visitas diárias ao lugar ocorriam por necessidade de socialização. “Refiz o hábito e, agora, pelas 15h30, levanto da minha mesa e procuro alguém para conversar por 10 minutos. E não como um cookie há seis meses”, conta ele. A prática é um dos segredos para a mudança: “Tarefas que parecem incrivelmente complexas no início, como aprender a tocar violão e falar uma língua estrangeira, podem se tornar muito mais fáceis depois de executadas inúmeras vezes. Maus hábitos, como fumar e beber demais, são superados quando aprendemos novas rotinas e a praticamos incessantemente. “
Há ainda, segundo Duhigg, os chamados “hábitos mestres”, capazes de desencadear uma série de reações no modo da pessoa organizar sua própria vida.

Um bom exemplo de um hábito mestre é o exercício físico.
“Quando as pessoas começam a se exercitar regularmente, começam a mudar outros comportamentos que não estão relacionados à atividade física. Passam a comer melhor e a levantar da cama mais cedo. Fumam menos e se tornam mais pacientes. (…) Não está completamente claro porque isso ocorre, mas está provado que exercício é um hábito mestre, que propaga mudanças em todos os aspectos da vida.”

Aproveite e compre um desses livro hoje mesmo

O monge e o executivo
Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes
As armas da persuasão
Os Segredos da Mente Milionária
O Poder do Hábito


Leave a Response

Gediel Mendes
Evangélico, esposo da Adriane, pai do Rafael, jornalista diagramador e cursando Administração. Empreendedor no Marketing Multinível e Digital. Amo minha esposa, minha família, minha profissão e meu Deus!