Reconhecimento PL2 SCI

Recebendo Pin de PL2 SCI

Posted by Gediel Mendes on Monday, March 19, 2018

Fique Conectado!

sexta-feira, julho 20, 2018
Motivacional

Oprah Winfrey uma mulher inspiradora

Uma das pessoas que me inspira é a Oprah Winfrey. Já repararam como ela tinha todas as desculpas, para que a sua vida fosse um fracasso? Nasceu numa família pobre, filha de pais separados, negra numa América racista, vítima de violência doméstica, abusada sexualmente por familiares, com problemas de peso… Deprimida e após de anos de abuso, Oprah fugiu de casa iniciando-se no mundo das drogas e levando uma vida promíscua. Acabou por ser mãe aos 14 anos, tendo o filho morrido após o nascimento. Quem imaginaria que com um passado destes, ela teria um futuro tão promissor?

Eis as lições que podem ser retiradas da biografia de Oprah Winfrey:

– Não ficar a remoer no passado

Deve-se sim fazer as escolhas que nos parecem mais acertadas no presente e com isso, mudar o futuro.

– Ler muito

A educação ajuda a alterar os nossos pensamentos e crenças, bem como a motivar-nos a criar mudanças pessoais. Como refere a própria Oprah “Foi a educação que me libertou. A capacidade de ler salvou a minha vida. (…) Sabia que havia outra vida porque a tinha lido”.

– Para desenvolver um talento, há que praticar

O talento de Oprah para a comunicação começou desde bem pequena, quando discursava textos bíblicos na igreja. Desde aí desenvolveu várias atividades ligadas à comunicação, melhorando as suas competências nesta área.

– Inspirar-se em pessoas que alcançaram os seus sonhos

Aos 16 anos leu a biografia da poetisa Maya Angelou, igualmente vítima de abuso sexual. A forma como superou o trauma, foi um exemplo que inspirou Oprah.

– Responsabilizar-se pelo seu sucesso pessoal

Isto implica pôr de lado a crença de que dependemos exclusivamente de factores externos, para alcançarmos os nossos objetivos.

– Dizer não quando é necessário, e sem sentimento de culpa

Na altura de fazer escolhas, a apresentadora tenta pensar no que é melhor para o seu propósito de vida. E isso significa que por vezes tem de dizer não.

– O objectivo no qual nos devemos focar, deve ser o nosso propósito de vida (o objectivo principal não deve ser o dinheiro)

Para sermos felizes o dinheiro deve chegar como resultado do nosso propósito de vida. O dinheiro pode ser um caminho para a felicidade (objetivo secundário), mas nunca a própria felicidade (objetivo principal).

– Rodear-se de boas pessoas e afastar-se de pessoas traiçoeiras

O positivismo ou negativismo dos que nos rodeiam, contagia o nosso estado de espírito e influencia a nossa motivação (ou falta dela) para lutarmos pelos nossos sonhos.

– Não se pode agradar a toda a gente

Por isso é importante viver em função do nosso propósito de vida. Se não fizermos as nossas próprias escolhas, alguém o fará por nós.

– Ser solidário

Para além de várias participações em campanhas de solidariedade, Oprah abriu uma escola em África do Sul para meninas que vivem em pobreza extrema. O facto de fazermos alguém feliz, aumentará a nossa própria felicidade.

– Nunca desistir de fazer tudo para ser feliz

Se a própria sorte pode ditar o sucesso no alcançar de sonhos, quanto mais persistente formos, mais hipóteses teremos de encontrar circunstâncias que podem mudar a nossa vida.

Foto: GettyImages

Este foi só um exemplo de como a biografia de alguém nos pode ensinar lições de vida. Tantas outras pessoas, mais ou menos conhecidas, poderão ser uma fonte de inspiração para nós. O que é importante reter, é o quanto estas leituras podem ser encorajadoras.

Se alguém conseguiu dar volta por cima, nós também podemos conseguir!

 

Foto: Google images – Autor não identificado

Leave a Response

Gediel Mendes
Sou evangélico, esposo da Adriane, pai do Rafael e profissional da área de design e jornalismo. Sou empreendedor no Marketing Multinível e Digital. Amo minha esposa, minha familia, minha profissão e meu Deus!